Roteiros

GRAMADO

A vocação turística de Gramado e sua posição de destaque entre os destinos de inverno brasileiros são inegáveis. O clima e o relevo da Serra Gaúcha, unidos a uma gastronomia vigorosa com influência da imigração europeia, são impulsionados há anos por investimento em estrutura hoteleira, atrações e novidades a cada temporada. A cidade fica movimentada o ano todo, mas é no inverno e, acredite, no verão (durante o evento Natal Luz) que Gramado floresce – e lota.

Na paisagem, casas no estilo alpino contrastam com museus temáticos e atrações como o parque de neve artificial Snowland, primeiro do gênero das Américas; enquanto pousadas românticas dividem espaço com hotéis maiores, ideais para famílias com crianças.

 

 

 

 

Melhor época para visitar Gramado

Entre junho e julho, alta temporada, existe a chance de ver geada e até neve em Gramado. Em agosto, a cidade recebe o Festival de Cinema de Gramado, maior evento do gênero do Brasil e que reúne cineastas, diretores, atores e jornalistas para a exibição e premiação de filmes. Nesses meses, é preciso reservar hospedagem com muita antecedência (e o valor das diárias sobe bastante) – o mesmo vale para o período que vai do fim de outubro até janeiro, quando ocorre o Natal Luz.

Se quiser economizar e pegar a cidade menos lotada, vá entre fevereiro e maio e entre setembro e outubro.

 

O que fazer em Gramado!?

Compras

Chocolates Gramado conta com mais de 20 fabricantes e cerca de 40 pontos de venda. As mais famosas são a Lugano e a Florybal.

Móveis A cidade é um polo de produção e venda de móveis, com vários fabricantes na Avenida das Hortênsias, na saída para Canela, e pontos de outlet. Engana-se quem pensa que as peças têm apenas estilo rústico, com cara de casa de fazenda; Gramado também é referência nacional em mobiliário contemporâneo.

Produtos coloniais Ao lado da rodoviária, a Casa do Colono reúne produtos das colônias italianas e alemãs espalhadas pela cidade, entre geleias, biscoitos, cucas, pães, mel, vinhos, queijos e embutidos.

Peças decorativas e semijoias de cristal Desde 2002, a fábrica Cristais de Gramado produz objetos de decoração, como vasos e lustres, peças utilitárias e semijoias com a mesma técnica usada na ilha de Murano, na Itália – apresentações mostram como os objetos são feitos. A loja despacha encomendas para todo o país e oferece traslado gratuito a partir de alguns pontos de Gramado.

Cosméticos à base de lavanda O Le Jardin Parque de Lavanda vende óleos, águas, sachês e travesseiros que levam a essência da planta, indicada para tratamentos de insônia e ansiedade.

 

Museus

Gramado e a vizinha Canela reúnem museus curiosos, com temática inusitada para destinos de serra, como a Idade Média, os Beatles, o ferro de passar e o Egito. Nessa toada, não poderia faltar um Museu de Cera: o Dreamland é o primeiro do gênero na América Latina (existe desde 2009), com esculturas próximas à perfeição e outras bem menos fiéis às personalidades que retratam – entre elas estão Albert Einstein, Barack Obama, Beyoncé e a Rainha Elizabeth II.

No subsolo está o Gramado Motor Show, com um acervo de mais vinte motos Harley-Davidson restauradas, como um modelo idêntico ao do filme Sem Destino (1969) e uma Night Road, projetada em parceria com a Porsche. O local também funciona como bar e restaurante.

No Hollywood Dream Cars, o glamour da Hollywood da década de 1950 e seus icônicos Cadillacs é retratada em possantes bem-conservados, como um Ford Victoria conversível de 1956, único no Brasil.

O Super Carros reúne esportivos como uma Ferrari F360, um Lamborghini Gallardo, um Porsche Cayman e um Camaro SS – é possível pilotá-los, andar na carona e usar um simulador (tudo pago à parte; o valor depende do modelo e do tempo de passeio).

 

Parques temáticos

Primeiro parque de neve indoor das Américas (funciona desde 2013), o Snowland abrange uma área coberta de gelo com 8 mil metros quadrados que simula uma estação de esqui e snowboard – inclusive na temperatura, abaixo de zero em alguns ambientes. Há playground para as crianças, escorregadores de gelo, pista de patinação e brincadeiras como o tubing (você desce uma rampa em um tipo de boia redonda). A programação inclui apresentações com patinadores profissionais (é possível ter aulas particulares).

Quase ao lado do Snowland está o Acquamotion, primeiro parque aquático indoor com águas termais da América do Sul e que foi inaugurado em junho de 2021.

Outra novidade é o Na Pista – Music ‘n Roll, rinque de patinação que abriu as portas em julho de 2021 se auto intitulando o maior do Rio Grande do Sul.

 

O Mini Mundo, por sua vez, é uma das atrações mais longevas de Gramado. Trata-se de um parque em miniatura com mais de 200 obras e 2500 “habitantes”. Entre as réplicas, há monumentos brasileiros, como a Igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto (MG), e o Museu do Ipiranga, na capital paulista, e no exterior, como o Castelo de Neuschwanstein, na Alemanha (e que inspirou Walt Disney para criar o castelo da Cinderela).

 

 O Gramadozoo reúne animais como onça-pintada, tamanduá-bandeira e jacaré-de-papo-amarelo – não há grades de ferro, apenas vidros blindados em alguns espaços. No viveiro, tucanos, papagaios e araras sobrevoam os visitantes. Na mesma área está o Parque Gaúcho, onde monitores em trajes típicos explicam as tradições do estado e mostram objetos relacionados à cultura gaúcha. Na Cidade dos Gaúchos, que reproduz uma vila do século 18, visitantes aprendem a preparar o chimarrão e assistem a apresentações de doma de cavalos.

Atendimento das 09:00 as 18:00